Você tem diabetes e sente muito sono?

Nossa educadora em diabetes Thalita Galindo vai te ajudar a ter mais disposição durante o seu dia!

O estilo de vida agitado que as pessoas estão levando no século XXI, faz com elas durmam menos de 8 horas por dia. No Brasil segundo estudo feito pela “Associação Brasileira de Neurologia” mostra que cerca de 60% das pessoas dormem entre 4 a 6 horas por dia, menos do que gostariam, sendo que mais de 80% das pessoas gostariam de dormir mais de 7 horas. Este hábito desenvolve ou agrava o diabetes tipo 2, problemas neurológicos e cardiovasculares.

Mas o que isso tem a ver com a sonolência que os diabéticos sentem? Na realidade o sono que o diabético sente não está somente associado a estes distúrbios do sono, e sim as consequências da falta de tratamento adequado para o diabetes.

A nossa maior fonte de energia é o açúcar que encontramos nos carboidratos. O principal papel do hormônio insulina é transportar esse açúcar para dentro das células e lá ocorrer à transformação dele em ATP (energia), sendo assim esta deficiência ou não produção da insulina, faz com que o açúcar permaneça no sangue, ocasionando o cansaço físico, relativamente à sensação de está sempre com sono. Além disso, o diabético sentirá mais sede e manifestará poliúria, que é a necessidade de ir varias vezes ao banheiro para urinar.

Por isso a importância de uma boa monitoração glicêmica, uso adequado da medicação indicada pelo endocrinologista e cuidados alimentares. Em nossas lojas você encontrará os melhores aparelhos glicêmicos que existem no mercado.

 

Artigo escrito por:

Thalita Galindo – Educadora em Diabetes

Referências:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *